Computador de mesa ainda é o campeão de acesso à internet

Por admin • out 18th, 2013 • Categoria: Destaques, Na Rede

Estudo revela que notebooks e tablets vêm em segundo e terceiro lugares; smartphone fica na lanterna

A mais recente pesquisa feita por uma empresa especializada em internet para avaliar as estatísticas de acesso e os hábitos dos internautas brasileiros nas redes sociais mostrou que, atualmente, mais da metade dos usuários – 53,9% – usam smartphones como pontos de acesso. Mas o dado ainda é inferior em relação a outros dispositivos, como computadores de mesa, notebooks e tablets – todos mais usados pela maioria dos internautas brasileiros como fontes preferenciais de acesso à grande rede.

Apesar da variedade de dispositivos capazes de se conectar à internet, que surgiram nos últimos anos, o grande campeão entre os internautas continua sendo o velho computador de mesa: 74,6% dos internautas mantêm o hábito de acessar a internet e as redes sociais principalmente por computadores tradicionais. O segundo mais usado é o notebook, com 65,7% dos acessos e os tablets, com 61,8%, vêm em terceiro. Todos os usuários ouvidos pela pesquisa acessam a rede por mais de um ou por todos os dispositivos – o estudo levou em conta os mais usados. O tempo de acesso foi outra variável da pesquisa. A maioria dos internautas – 54% – acessa a grande rede durante menos de 30 horas por semana, quanto 34,8% a utilizam por mais de 40 horas semanais. Em relação ao tempo de uso, 55,1% dos usuários de smartphones passam até dez horas por semana conectados. Já 46,5% dos usuários de tablets passam até 20 horas semanais conectados à internet por meio do dispositivo.

REDES SOCIAIS E HÁBITOS COMUNS
A rede social mais utilizada continua sendo o Facebook, sendo que 81,6% dos internautas afirmam que essa é a mais usada por eles. A pesquisa apontou ainda que a rede social do Google, o Google+, e a voltada aos profissionais, o LinkedIn, são as duas com maior destaque nos últimos meses, com grande adesão por parte dos usuários. No entanto, se considerados números brutos, o Instagram – rede social voltada ao compartilhamento de fotos – é a grande vencedora em crescimento, com 22% de adesões nos três meses que antecederam a pesquisa. Outro comportamento comum dos internautas, detectado na pesquisa, é o hábito de assistir à TV enquanto navegam pela internet: 71,1% dos internautas declararam fazer isso frequentemente. Já 50,5% deles ouvem rádio enquanto navegam. A pesquisa apontou que o uso simultâneo de internet e outros meios – como TV e rádio – têm crescido a cada ano. Acompanhar perfis de empresas, produtos e serviços é outro comportamento típico do internauta brasileiro, mas que varia segundo a necessidade. Enquanto 66,9% fazem esse tipo de acompanhamento como forma de contato (quarto canal mais utilizado), 93,3% curtem páginas de empresas para saber novidades ou, ainda, apoiar as marcas de que gostam. A pesquisa foi feita e divulgada pela empresa E.life.

NAVEGAÇÃO
DICAS DE SEGURANÇA PARA PASSEAR PELA INTERNET

As redes sociais viraram ponto obrigatório para quem gosta de navegar na internet. Porém é preciso ter em mente que nem tudo é permitido, pois que existem riscos envolvidos com a exposição demasiada de dados sobre você. Eis algumas dicas do que não colocar em redes de relacionamento. As redes de relacionamento, como se sabe, são sites que permitem criar e divulgar uma página pessoal. Nela é possível colocar textos, fotos e vídeos, encontrar amigos ou mesmo fazer novas amizades, entrar para comunidades para compartilhar ideias ou mesmo gostos. Exemplos constantes são espaços como o Orkut, Facebook, MySpace, Hi5 etc. Quando você divulga informações pessoais na internet, elas se tornam públicas e podem ser utilizadas por outras pessoas sem o seu controle. Além disso, não se sabe quem está do outro lado, pois o perfil pode ser falso. Então cuidados são mais que obrigatórios para se manter conectado. Eis alguns:
• Não exponha detalhes de sua vida. Mantenha, em seu perfil, o mínimo de informações.
• Os cadeados e bloqueios de acesso não têm segurança total, e podem ser quebrados por pessoas mal intencionadas.
• Dados como endereço, fotos e telefones não devem ser distribuídos pela internet; afinal você não faria isso na rua, não é?
• Evite comentar detalhes de horários ou lugares onde estará. Faça isso por telefone ou e-mail apenas para aqueles que realmente conheça e reconheça.
• Ao divulgar fotos, utilize aquelas que não facilitem seu reconhecimento nem mostrem endereços ou nome de escola.
• Ter poucos amigos não é ruim, já que a quantidade não é qualidade. Cuidado ao abrir espaço para estranhos.
• Troque sua senha periodicamente.
• Caso seja agredido ou convidado por estranhos, não titubeie, bloqueie sua conta para contatos indesejados.

Comente