PROTESTE lança Cartilha dos Motociclistas

Por admin • set 30th, 2013 • Categoria: Segurança

Associação prepara material importante para que usuários se protejam em tempos de muitos acidentes.

A PROTESTE Associação de Consumidores presta um serviço importante como parte das ações da Semana Nacional de Trânsito, comemorada entre os dias 18 e 25. A Associação lançou a Cartilha dos Motociclistas, uma publicação online, que está disponível no site da entidade (WWW.proteste. org.br/cartilhas), tratando da segurança no trânsito sim, mas com foco na prevenção e voltada aos que mais precisam se precaver e entender essas questões pela própria fragilidade diante de acidentes. Conforme estatísticas oficiais, no ano passado, 60 mil pessoas morreram no trânsito. Um número superior às mortes causadas por homicídio ou doenças, como o câncer.

Assim, com estes números como alerta, a entidade produziu a cartilha como forma de contribuir para a segurança no trânsito. O respeito às normas de trânsito e à sinalização, utilização de acessórios de segurança e observância de dicas de conservação de veículos são algumas das dicas preciosas para superação deste índice alarmante de acidentes, feridos e mortos. O número de motocicletas se multiplicou no país, de um lado por serem mais baratos que automóveis e, de outro, por permitirem a seus condutores realizar trajetos em poucos minutos, diferente daqueles que se utilizam de carros, ônibus ou caminhões. O Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) escolheu, para este ano, o tema “Álcool, outras drogas e a segurança no trânsito: efeitos, responsabilidades e escolhas”. Com base no tema, a PROTESTE fez a cartilha alertando para o “risco desta combinação fatal”, afirmando ainda que “não se pode subestimar os efeitos do álcool na direção” e o risco de se combinar esses elementos, arriscando a própria vida e a de outros.

Conforme se sabe, o álcool atua sobre o sistema de recompensa do cérebro, causando uma sensação de relaxamento e retardando os reflexos. Isso faz com que o tempo de reação de um motorista alcoolizado seja muito mais lento do que daquele que não bebeu, criando um ambiente propício para acidentes. Imagina o fato em alguém que se equilibra em duas rodas.

Além do perigo em si, um motorista embriagado, em qualquer veículo, responde por infração gravíssima, com sete pontos na carteira de habilitação.
O infrator recebe uma multa de R$ 1.915,30, e tem a cassação da Carteira Nacional de Habilitação, retenção e remoção do veículo, suspensão do direito de dirigir e detenção por seis meses a três anos.

Comente